Amado(a) Irmão(a),

Sabemos que, no Antigo Testamento, Deus usava algumas pessoas para falar com o povo. Hoje, no Novo Testamento, Ele usa a nossa nova natureza para falar conosco, ou seja, Ele quer, sem exceção, que todos os nascidos de novo O ouçam.

Quando eu era jovem, nunca ouvi dizer que Deus falava com as pessoas, mas agora que sei e vivo isso, estou aprendendo mais e mais com o Espírito Santo a cada dia. É maravilhoso saber como me comunicar com o Senhor e ouvir a Sua voz para me guiar em todas as áreas da minha vida.

Para entender melhor sobre o que estou ensinando nessa carta, vamos ler o que está escrito em Hebreus 8:10-11:

Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor: na sua mente imprimirei as minhas leis, também sobre o seu coração as inscreverei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. E não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior.

 

O trecho anterior afirma que todas as pessoas que nascem de novo fazem parte do povo de Deus e não precisam mais ir atrás de outras pessoas para saber o que Deus está dizendo, pois é possível ouvi-Lo e conhecê-Lo.

Certamente você já conheceu cristãos que estão sempre atrás de cultos onde estará presente algum profeta. A intenção é ouvir Deus falar, porque não conseguem ouvi-Lo.

Na verdade, primeiramente, é preciso crer que Deus fala individualmente com cada cristão. Além disso, é preciso treinar a ouvi-Lo, bem como aplicar o que Deus fala.

O que acontece é que quem não crê acaba esquecendo o que Ele falou. Sobre isso, veja o que está escrito em Hebreus 5:12:

         Pois, com efeito, quando devíeis ser mestres, atendendo ao tempo decorrido, tendes, novamente, necessidade de alguém que vos ensine, de novo, quais são os princípios elementares dos oráculos de Deus; assim, vos tornastes como necessitados de leite e não de alimento sólido.

Com o nascimento novo foi recebida esta condição: podemos ouvir as orientações de Deus. Não há desculpas para não buscar saber como ouvir Deus e conhecer o seu chamado.

Algumas pessoas ouvem Deus e conhecem os seus chamados, mas não sabem o que fazer. Outras receberam ensinos de como ouvir Deus, mas não os aplicam. Há ainda aqueles que decidem viver a vida dando desculpas: sabem o que é para fazer e querem ouvir Deus, mas mesmo assim não aplicam nada do que aprendem.

Para sair de qualquer uma das situações que acabei de retratar, devemos nos submeter à oração em línguas. Essa prática nos edifica espiritualmente e nos ensina a ouvir Deus para obedecê-lo.

Posso explicar a minha experiência de ouvir a voz de Deus da seguinte forma: sabe quando alguém está falando com você, mas você não diz nada, mas reflete muito sobre o que a pessoa está falando? É mais ou menos assim quando Deus fala com você. Parece que você está pensando, mas não é a sua voz, é a voz Dele. Deus nos ajuda quando ouvimos a voz de Dele, e Ele fala no nível espiritual, porque Ele é Espírito.

Devemos estar atentos ao ouvir Deus e é muito importante termos responsabilidade com o que ouvimos. Entretanto, há muitos cristãos que não têm interesse em ir fundo em Deus. Muitas pessoas costumam se envolver com os programas que as igrejas oferecem usando apenas suas emoções, como se fossem membros do Rotary Club ou do Lions Club, por exemplo. Mas aqui estamos falando de sermos diligentes nessa busca para que o controle de nossas vidas seja totalmente de Deus.

Se você perguntasse para as pessoas de uma igreja se elas querem ter um relacionamento profundo com Deus, a maioria diria que sim. Claro que haveria os que diriam que não, porque o foco aqui não é ir ou não para o Céu, mas sim realizar o que Deus quer para cada vida.

É muito ruim ter, por escolha, um espírito cego. Veja o que Paulo escreveu em I Coríntios 14:37-38:

          Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor. E, se alguém ignorar isso, que ignore.

Não adianta ficarmos impacientes com esse tipo de cristãos, o que nos resta é interceder pela cegueira espiritual.

Ao crescermos espiritualmente, aprendemos a ouvir Deus. Vejamos algo aqui em Atos 9:10-15:

          Ora, havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. Disse-lhe o Senhor numa visão: Ananias! Ao que respondeu: Eis-me aqui, Senhor! Então, o Senhor lhe ordenou: Dispõe-te, e vai à rua que se chama Direita, e, na casa de Judas, procura por Saulo, apelidado de Tarso; pois ele está orando e viu entrar um homem, chamado Ananias, e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista. Ananias, porém, respondeu: Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém; e para aqui trouxe autorização dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome. Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel.

Ananias era um judeu que, desde criança, ouvia falar que só alguém como Moisés podia ouvir Deus. Mas ele reconheceu a voz de Deus tão claramente que conversou com o Senhor.

Os dias em que Deus falou oralmente com seu povo acabaram, agora Ele fala no íntimo, porque agora Ele vive dentro de nós. Infelizmente, ninguém nos ensinou isso lá em nossa infância, e agora temos que treinar e aceitar que podemos ouvir a voz de Deus dentro de nós.       Não se reconhece a voz de Deus num piscar de olhos e por isso as pessoas perdem a paciência e desistem.

Quem não ouve a voz de Deus faz de tudo por si mesmo, e é aí que entram os enganos. Veja o que está escrito em Mateus 26:31-33:

Então, Jesus lhes disse: Esta noite, todos vós vos escandalizareis comigo; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas. Mas, depois da minha ressurreição, irei adiante de vós para a Galileia. Disse-lhe Pedro: Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim.

          Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes. Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.

Logo após essa conversa, Jesus convidou Pedro, Tiago e João para orar com ele. No jardim, enquanto Jesus orava, eles acabaram dormindo. Jesus então disse: Vocês não conseguem orar nem por uma hora?

Eles não sabiam que estava chegando a hora da crucificação de Jesus. E sendo Jesus o Filho de Deus em carne, foi então a voz de Deus falando com eles, mas eles não a reconheceram. Se eles tivessem reconhecido a voz de Deus, as coisas teriam sido diferentes para eles mais tarde.

Ou seja, é preciso saber reconhecer a voz de Deus. Muitas pessoas deixam de ser abençoadas por não saber que é Deus quem está falando.

Em João 14:16,26 está escrito:

         E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco. Mas, o Consolador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar tudo o que vos tenho dito.

          Que maravilha saber que o Espírito Santo tem Sua habitação em nós e fala conosco. Eu pergunto: como não ter certeza de que há sentido passar um tempo com Ele? Quando oramos em línguas, Ele nos treina a ouvir Deus e nos passa a revelação da doutrina e ciência. E isso é muito importante, pois é preciso treino para não ser confundido com outras vozes, como a do diabo ou a das nossas emoções.

É muito bom estar sozinho com Deus, em oração, para aprender a sintonizar esse canal onde Deus fala. E, enquanto você estiver orando, e vierem aquelas vozes dizendo “vá lavar o carro”, “você precisa arrumar sua gaveta” ou “você tem de ir ao banco”, você saberá que esses são pensamentos seus e não de Deus.

Com o tempo, você vai distinguir quando é de Deus porque Ele faz parte de você.  Quanto mais se pratica o ouvir Deus, mais fácil fica para ouvi-Lo.Você pode estar em qualquer lugar e você O ouvirá e conseguirá obedecê-Lo.

Invista, então, nesse momento pessoal, a sós com o Senhor, orando muito em línguas, e Ele vai começar a falar com você para que tudo seja ajustado em sua vida. O seu chamado vai sendo ajustado para você poder servi-Lo. Aquiete seu coração na Presença do Senhor!

Graça e Paz,

Ana Maria Dias