Amado(a) Irmão(a),

Desde o início da minha caminhada com Cristo, sempre desejei mais e mais do Senhor. Muitas vezes pedi a Deus que usasse um de seus servos para me ensinar a andar naquela fé que recebe dos céus a provisão para todas as áreas da vida.

O tempo foi passando e o desejo de conhecer cada vez mais a Deus era tão grande quanto as horas diárias dedicadas à oração em línguas. Certo dia, recebi a resposta que procurava: fui a uma conferência do pastor Dave Roberson, a primeira de muitas até aqui. Hoje posso testemunhar que, em verdade, tudo mudou na minha vida, assim que passei a praticar, com perseverança, o que esse homem de Deus me ensinou. Alegro-me em dizer que cheguei ao chamado que Deus tem para mim. Isso é realmente fabuloso e muito gratificante.

Na carta de ensino deste mês, quero falar com você sobre como andar na Palavra e como ela pode transformar a sua vida. Vamos começar vendo o que Salmos 107:20 nos diz:

            Enviou-lhes a sua palavra, e os sarou, e os livrou do que lhes era mortal.

 

A Palavra de Deus tem o poder de curar e é confessando a Palavra que recebemos cura para nosso corpo. Veja I Pedro 2:24:

            Levando Ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados.

 

Se você confessar essa verdade, o poder de cura que há na Palavra vai se manifestar em seu corpo, inevitavelmente. Confesse: “Pelas chagas de Jesus eu já fui curado; Jesus já levou meus pecados sobre o madeiro; pelas suas feridas eu fui sarado”.

Entretanto, muitas vezes, não vemos resultado ao confessarmos a palavra apenas uma vez. Mas é certo que, após algumas (ou até mesmo muitas!) confissões, a cura se manifesta. E por que isso ocorre? Primeiramente, porque algo acontece com a sua alma — ela se alinha ao que você está dizendo a ponto de ser transformada; em segundo lugar, porque a Palavra entra no seu coração — a cura se torna real.

Você percebe como é importante a perseverança?  A tendência é andarmos pelo que vemos ou sentimos, o que nos faz desistir de permanecer no que Deus diz. Só que para o milagre acontecer, temos de crer. Persevere na confissão da Palavra, ajude a sua alma a acreditar: é assim que se anda na fé na Palavra de Deus.

Saiba que Satanás sempre vai lutar contra a Palavra. Um clássico exemplo disso acontece quando começamos a ler a Bíblia. Perceba que no seu dia a dia, quando você está lendo um livro ou um jornal, ou qualquer outra publicação, você se entretém e se concentra na leitura, a ponto de passar vários minutos lendo e se informando, até mesmo se divertindo. No entanto, se decidir que vai ler a Bíblia, o cansaço pode te dominar a tal ponto de você acabar dormindo. Isso é realmente uma tentação. Só nos libertamos das tentações através da Palavra e, para isso, é necessário ler muito a Bíblia, para termos comunhão com a Palavra de Deus.

Jesus disse que o alvo de Satanás é a Palavra e, assim que ela é semeada, ele vem imediatamente roubá-la (Marcos 4:15). E você sabe como ele faz isso? Como no exemplo anterior: você começa a sentir um cansaço tão forte que não consegue nem orar, nem ler a Bíblia, nem confessar a Palavra. Mas essa é apenas uma das maneiras de ele roubar a Palavra de você.

Entretanto, ao confessarmos a Palavra, estamos guardando-a no nosso coração, em obediência ao Senhor. Observe o que é dito em Salmos 119:9-11:

           

            De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra. De todo coração te busquei; não me deixes fugir aos teus mandamentos. Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.

 

Realmente é intensa a nossa luta para não cedermos às investidas do inimigo. Ele anseia roubar a Palavra para que ela não dê frutos em nossas vidas. Mas o ato de guardar a Palavra no coração, confessando-a, nos traz discernimento em relação ao que Deus nos fala por meio dela. Ainda em Salmos 119, veja o versículo 42:

            Saberei responder aos que me insultam, pois confio na Tua Palavra.

 

Quando as pessoas falam coisas erradas em relação à nossa fé, dando suas próprias interpretações, a resposta vem com a Palavra. Estevão falava com sabedoria e era cheio do Espírito, principalmente ao responder aos falsos testemunhos dados contra ele. É de suma importância passar um tempo com a Palavra diariamente: ela vai defender você em tudo e sempre.

Vejamos, então, Provérbios 30:5-6, que diz:

            Toda palavra de Deus é pura; ela é escudo para os que nele confiam.

Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda, e sejas achado mentiroso.

 

A partir do momento em que a Palavra de Deus se torna seu padrão de conduta, você tem proteção em todas as áreas. Essa sublime consequência do ato de confessar a Palavra e orar em línguas faz cair por terra a crença daqueles que afirmam que a cura até existe, mas não é para hoje, que orar em línguas é para os que já estão santificados, ou, ainda, que tudo isso foi verdade apenas para a igreja primitiva. Lembre-se de que tudo que não se alinha à Palavra de Deus é impuro, é mentira. A Palavra de Deus é a verdade e Nela você encontrará toda a proteção.

Em Isaías 55:10-11, Deus usa uma analogia para mostrar a eficácia de Sua Palavra:

            Porque assim como descem a chuva e a neve dos céus e pra lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.

 

Jesus fala de colheita também em Marcos 4:20. Ele diz que se podem germinar trinta, sessenta ou até mesmo cem por cento do que se plantou: a Palavra age conforme você a semeia em seu coração. Semeie-a cem por cento e, então, ela trará cura para seu corpo, paz para seu coração e tudo mais o que você precisar. Todos os dias a Palavra de Deus está lá, ela é constante e não muda nunca; os dias mudam, mas a Palavra é sempre a mesma (Mateus 24:35). Aí está a sua total segurança: coloque a sua vida na rocha, a Palavra de Deus.

Muitos querem que Deus abençõe seus planos, mas se esquecem que Deus só vai fazer o que estiver dentro do perímetro da Palavra Dele. Nada mais. A graça opera neste perímetro porque a graça está conectada com a Palavra.

É preciso ter muito cuidado com aqueles ensinos que dizem: “Deus quis me ensinar algo com aquele acidente de carro, ou com aquela doença…”. Esse tipo de ensino é totalmente equivocado, pois a fé não vem por meio das dificuldades da vida, de maneira alguma! A fé não cresce com as provações, mas apenas, e tão somente, pela Palavra de Deus.

Se você estiver passando por alguma dificuldade, o que você tem de fazer é se voltar para a Palavra urgentemente, porque sem ela não há fé. Certamente você já ouviu algum crente dizer: “Ah, já nem sei mais o que fazer, estou sem esperanças e desanimado…”. Este é um sintoma de alguém que não guardou a Palavra dentro do coração. Porque a Palavra de Deus nos traz confiança, esperança e força.

Ao buscar a Palavra continuamente, você aprende com Ele. Veja o que está escrito em Romanos 15:4:

            Pois tudo quanto, outrora, foi escrito, para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança.

 

Todo aquele que busca a Palavra e dela se alimenta diariamente com leitura e meditação, ao se levantar todas as manhãs se acha cheio de esperança e coragem para viver e enfrentar tudo o que vier no dia, e está pronto para vencer. Mas os que se levantam desanimados, reclamando de tudo, nem sabem que é o próprio diabo que age em suas mentes, roubando o pouco que têm da Palavra até esgotá-los, a fim de derrotá-los.

Precisamos entender bem estas palavras de Hebreus 4:12:

            Porque a Palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.

 

Quando a alma está no controle de nossas vidas, as emoções comandam os pensamentos. Mas a Palavra tem o poder de penetrar na alma e a subjugar, colocando o espírito acima dela. Dessa forma, Deus fica no controle de tudo. Pense bem nisso: todos nós precisamos da Palavra.

Muitas pessoas chegam à conclusão que, por não entenderem a Palavra totalmente, ela não vai funcionar nas situações de suas vidas e acabam parando de orar em línguas, adorar a Deus, e meditar na Palavra. Não racionalize a Palavra nem as chaves da oração. A Bíblia nos diz que devemos semear a Palavra no espírito e ela então fluirá do espírito, agindo no corpo e na mente (alma).

A Palavra de Deus nos torna aptos a ouvir a voz Dele. Deixe-me lhe perguntar: qual é a voz mais alta em sua vida? A meditação colocará a Palavra como a voz mais alta em seu interior. A voz de Deus vem com a meditação na Palavra Dele.

Por tudo isso, aconselho você a orar em línguas e ler a Palavra de Deus todos os dias. Comece lendo a primeira carta de João por um mês ou dois; enquanto estiver lendo, ore em línguas: o Espírito Santo vai lhe mostrar o que está errado dentro de você e, em seguida, trará a purificação, para que a solução dos seus problemas comece a acontecer. E é por meio desse processo da oração que somos transformados de glória em glória pela Palavra de Deus.

Não se esqueça de que os apóstolos nunca questionaram Deus pelo que acontecia, por que não usavam a razão nem se baseavam em conceitos religiosos. No dia de Pentecostes, os apóstolos não checaram nada, apenas aceitaram e receberam aquelas experiências com simplicidade de coração; eles nunca tinham passado por aquilo, mas simplesmente creram e o Espírito Santo agiu. Eles não foram perguntar para os fariseus se era correto o batismo com o Espírito Santo, se falar em línguas era mesmo de Deus; simplesmente se entregaram e foram envolvidos pelo Espírito. Creram porque sabiam quem era Jesus.

Hoje, infelizmente, há aqueles que vão perguntar aos fariseus se orar em línguas é correto ou se passar um tempo com Deus, adorando-O particularmente, é certo mesmo. É uma pena que muitos cristãos só aceitem o que os fariseus aprovam. Eles dizem: “em nossa denominação não é assim…”. Na verdade, muitos colocam os fariseus no lugar do Espírito Santo.

Mas ainda é tempo de mudar. O importante é saber que a Palavra de Deus é viva e você pode alimentar seu espírito com ela, pois ela traz coragem e transforma sua vida por inteiro. Ela lhe dá segurança, paz e solução para os problemas. Creia nisso, comece a praticar hoje mesmo a oração em línguas e leia a Palavra de Deus diariamente.

Seja ricamente abençoado(a), em Nome de Jesus!

Graça e Paz,

Ana Maria Dias

Print Friendly, PDF & Email