DAVE ROBERSON

Setembro – 2017

Querido Amigo,

 

             Deus tem um grande prazer quando louvamos e adoramos Seu Nome, não porque Ele precisa ouvir de Si mesmo e Sua bondade, mas porque somos a conclusão do Seu amor. Quando escolhemos nos aproximar d’Ele em adoração, nós O permitimos que chegue perto de nós com Seu amor. À medida que incorporamos a chave espiritual da adoração em nossa vida, esta prática mudará nossa fé para sempre e também o modo como recebemos do Pai.

Veja, primeiro e o mais importante, Deus é nosso Pai. Depois, É nosso Senhor. Como nosso Senhor, nos deu vida eterna e assegurou nosso futuro com uma abundância que é tão inesgotável como o poder ilimitado que possui como Criador. Mas como nosso PAI, Deus aprecia a comunhão conosco na proximidade que podemos compartilhar com Ele através do novo nascimento. Para Ele é uma preciosidade quando subimos até Seus braços para amá-Lo e receber mais do amor o qual sempre nos amou.

Deus se deleita na comunhão e verdadeira intimidade que oferecemos na adoração, pois Ele esperou através das gerações desde Adão o dia que o homem e a mulher pudessem ser nascidos de novo como Sua família e Seus filhos e filhas: Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. (João 4:23)

Não quer dizer que Deus não teve um relacionamento com os santos do Velho Testamento; Ele teve. Eles O adoraram através de suas almas e deram de si o máximo que puderam. Mas por mais que Deus os amasse, era apenas capaz de gozar de um nível limitado de proximidade com eles por causa da natureza pecaminosa. Ainda assim mesmo essa proximidade só era obtida através da purificação feita com sangue animal. O que Deus realmente esperava, eles não puderam dar.

Mas para nós, de nossa nova natureza fluí uma comunhão através da adoração de nosso espírito para o Espírito de Deus, e Ele tem grande prazer na comunhão de Seus filhos. E vive na expectativa de que iremos ter comunhão com Ele neste nível agora, pois não há distância entre nós e Deus. O que nos separou no passado não pôde ser medido por padrões de medida, mas apenas pela morte espiritual. Agora, para a alegria de nosso Pai, fomos postos de volta em Sua Presença e tudo porque nos foi dado uma nova natureza.

Quando nos empenhamos em passar tempo com o Senhor em louvor e adoração e fazemos de forma diligente, há um lugar n’Ele, um batismo de nossos sentidos, onde eventualmente Sua presença vem e permanece mesmo que sigamos com nosso dia. Primeiro, o Espírito Santo penetra – satura, enche – nosso espírito com Sua presença. Então, a medida que continuamos adorando, de nosso espirito, Ele penetra nossa alma. De nossa alma, pode penetrar nossos sentidos físicos naturais. E, finalmente, a presença do Espírito Santo não cercará somente todo nosso ser, mas também penetrará a atmosfera ao nosso redor até mesmo de forma que outras pessoas venham perceber Sua Presença.

Você pode imaginar o que este tipo de comunhão com Deus pode fazer contra a incredulidade que os Cristãos batalham? Certamente, emoções podem ser fácilmente mudadas pela presença de Deus assim como são pela presença de tormento e medo.

É preciso ter fé para louvar e adorar Deus. Ainda assim, é na nossa adoraçao cheia de fé que recebemos Sua paz sobrenatural que faz cair por terra tudo aquilo que se levanta contra Suas promessas – uma paz que diz, “A operação do Reino de Deus é mais viva e real para mim, em mim, e através de mim do que a operação deste mundo”.

Esteja encorajado para dispor de tempo de forma a consistentemente se entregar completamente em adoração. Qualquer tempo que tiver o qual possa se oferecer inteiramente para Deus – mesmo meia hora por dia já é um começo. Você verá, quanto mais tempo passar com Ele em adoração, mais vai querer entrar naquele lugar de comunhão com Ele.

Deus ama quando entramos em Sua presença em louvor e adoração. Por que? Pois Ele é amor, nossa resposta e fonte. Tem a habilidade de pegar a fé de nossa adoração e nos devolver aquilo para o qual nós O estamos adorando. Somos a conclusão de Seu amor, e Ele está nos trazendo mais próximos em comunhão e plenitude n’Ele.

Deus o abençoe a medida que entra em lugares mais profundos de intimidade e comunhão com o Pai.

 

Seus amigos e colaboradores,

Ministério Dave Roberson

 

 

Print Friendly