Amado(a) Irmão(a),

Quero mostrar para você, que é um desafio para nós cristãos, aceitarmos as mudanças que Deus nos propõe, como estilo de vida, depois que nascemos de novo.

Vamos começar por Efésios 4:17-24 – “Isto, portanto, digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos, obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração, os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza. Mas não foi assim que aprendestes a Cristo, se é que, de fato, o tendes ouvido e nele fostes instruídos, segundo é a verdade em Jesus, no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.” Pois bem, esse é o objetivo, a mudança que Deus quer para nós.

Deus está dizendo aqui para os efésios deixarem de viver como os gentios. Isto se estende até nós, que devemos também mudar nosso estilo de vida, da hora que levantamos até a hora que vamos dormir. O perdido vive sem se importar com o que Deus quer; e muitos cristãos agem do mesmo jeito, como por exemplo, eles acreditam que existe céu e inferno, acreditam em Jesus e em Deus; mas, vão até esse ponto e param. Eles não vão adiante para tomarem decisões com relação aos conselhos de Deus porque não creem que o que Deus fala seja necessário ser cumprido. Veja, novamente, o que diz o v.18 – “obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do seu coração.” Veja o pensamento errado dos tais que não querem mudança, eles acham que não são tão maus assim, e Deus chama isso de “obscurecidos de entendimento”. Seguindo a leitura vemos v.19 – “os quais, tendo-se tornado insensíveis, se entregaram à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza.” Nós não somos gentios para acharmos que essa Palavra não se aplica a nós. Tem coisas em nossas atitudes que não refletem Jesus, mas refletem pessoas do nosso convívio. Se Jesus é o nosso Exemplo, temos que ser como Ele é.

Precisamos entender que o nascimento novo não é somente para irmos para o Céu, sabemos que houve uma mudança em nós, saímos da natureza do pecado e entramos na vida eterna, e a partir daí, tem que haver uma mudança de conduta, de caráter, de atitudes em nós para crescermos espiritualmente para servirmos ao Senhor. Então, precisamos entender que o jeito que vivíamos foi mudado completamente. Pode ser que ao nascermos de novo tenhamos sidos libertos de algum vício, mas o que estou dizendo é sobre conduta de vida, como por exemplo, as atitudes no trabalho, se, por exemplo, você fica ofendido com o chefe ou colegas e como você age com coisas do tipo no seu íntimo e quais são suas atitudes?

Ao lermos os Evangelhos, vemos Jesus passando por situações delicadas, mas Ele agiu com a graça, misericórdia e amor de Deus. Então, cuidado com esse pensamento (v.18- “obscurecidos de entendimento…”) que você não precisa mudar tanto assim…

Deus está dizendo aqui para pararmos de agir como no passado, quando éramos perdidos. Ele diz, pare de ser uma pessoa cristã-perdida, você se salvou e mesmo assim continua resolvendo os problemas como fazia antes. Precisamos entender que nascemos de novo e fomos colocados no Reino de Deus, com a condição de “ poder mudar”.

Veja, novamente, o que diz o v.22 – “no sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano”. Quando as pessoas ficam insatisfeitas, a primeira coisa que fazem é abandonar a igreja, porque as coisas não vão do seu gosto. Essas mentes estão impactadas pelos ensinos errados, veja o perigo disso porque a visão que se tem é que tudo vai mal, menos a própria conduta e crença, então cuidado e atenção. Saiba que, existe um espírito maligno envolvido com a mente que não aceita a transformação.

Veja, agora, Efésios 2:10 – “Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.” Aqui, está descrito o padrão de vida previsto por Deus para nós vivermos. Devemos entender que não precisamos de normas de igreja para andarmos na obediência a Deus, mas sim, seguirmos fielmente o que Ele diz em sua Palavra. Então, veja a importância que devemos dar a leitura da Bíblia todos os dias.

Vamos agora ver o que diz II Cor.5:17 – “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.” Antes de aceitarmos Jesus não existíamos porque nosso espírito foi criado de novo, e essa é a mudança que Deus quer para todos; e, assim que nascemos de novo, recebemos o potencial de Deus dentro de nós para o impossível acontecer em nossas vidas, veja a grandeza dessa condição que temos a nossa disposição para usufruirmos.

Observe como são os pensamentos errados, tem gente que pensa que quando Deus quiser eles vão parar de fumar, ou serem curados da doença, ou outra coisa qualquer, porque Deus é Soberano e a Sua Graça vai fazer isso para eles. Mas, não é bem assim que as coisas são em Deus. As mudanças são feitas quando se fica cansado de viver naquela situação. Ninguém é liberto em área nenhuma enquanto se tem prazer naquilo; pode ser um sofrimento profundo, um vício, ou qualquer outro pecado. Enquanto tudo isso for maior que Jesus dentro de si não haverá mudança. Enquanto o demônio estiver dominando as mentes e o prazer continuar, Jesus não pode libertar.

É preciso entender que a vida de Deus dentro de você é mais importante do que qualquer necessidade que se tenha.

Tem algo muito interessante nisso tudo que estou falando, você tem que querer mudar, e é aí que começa toda uma vida de relacionamento do cristão com o Senhor.

Vejamos alguns itens, relacionados abaixo, para aceitarmos as mudanças.

  • Você tem que aceitar a Verdade sobre a Vida que você recebeu quando nasceu de novo. Você não pode ter a natureza do pecado e a vida eterna ao mesmo tempo.

Veja o que diz João 3:16 – “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

E, vejamos também IPedro 1:23 – “Pois fostes regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a Palavra de Deus e, a qual vive e é permanente.” Recebemos a vida eterna, portanto, o pecado não vive para sempre, por isso temos que mudar nosso estilo de vida e seguirmos o padrão de Deus agora.

  • Aceitar a Palavra da Verdade para se ter um relacionamento perfeito com o Pai.

Veja o que diz Romanos 8:16 – “O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.” Essa condição espiritual é maravilhosa porque quando estamos passando por qualquer dificuldade, o Espírito nos afirma, em nosso íntimo, que somos filhos de Deus e que Ele jamais nos deixará e nem nos abandonará e por isso, tudo podemos Nele.

  • Temos que odiar qualquer pecado como Ele odeia; e para isso precisamos muito do auxílio do Espírito Santo e da Palavra.
  • Precisamos crer que somos como Jesus aqui na Terra.
  • Precisamos querer nos conformar com a Imagem de Cristo Jesus em nós, conforme está escrito em Colossenses 3:1-4 – “Portanto se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra; porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus. Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, vós também sereis manifestados com ele, em glória.” O Espírito Santo nos revela essa imagem para vivermos de acordo com ela.
  • Aceitar que Deus nunca vai fazer você mudar, pois isso é uma decisão sua, conforme está escrito em Romanos 6:6 – “Sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos.” Lemos no mesmo Livro mais adiante, Romanos 8:12 – “Assim, pois, irmãos, somos devedores, não à carne como se constrangidos a viver segundo a carne.” Não precisamos e nem devemos viver no pecado, por isso temos que aprender a doutrina correta para ficarmos livres das mentiras doutrinárias do diabo.

Não podemos permitir em nossas vidas nada que não seja do caráter de Deus, essa é a mudança que todo cristão necessita. É preciso entender que se pode orar em línguas o quanto quiser, mas ela por si só não produzirá mudança, a oração em línguas vai ajudar mostrando as mudanças que se tem que fazer. O Espírito Santo vai mostrar qual o motivo do estresse, os fardos da vida, e por que eu tenho gula, e me alimento além do que devo, e etc., e a partir daí vou decidir se vou querer mudar ou não. O Espírito Santo me ajuda, Ele me auxilia.

Examine como tem sido sua oração e como você está buscando Deus, se realmente é para mudar a sua vida, suas condutas e crenças, para que os problemas sejam resolvidos.

Preste atenção no que o Espírito Santo traz para o seu coração, se aquiete diante Dele e busque as mudanças.

Orar em línguas é muito importante sim, ler bastante a Palavra, diariamente ajuda muito nas mudanças, adorar a Deus e jejuar também.

Então, você será um testemunho vivo da Glória de Deus, em sua vida. Se encha de força e coragem e vá adiante nessa busca diária.

Graça e Paz!

Ana Maria.

Print Friendly, PDF & Email