• Set Logo Section Menu from Admin > Appearance > Menus > "Manage Locations" Tab > Logo Section Navigation
Home 2020 outubro 07 Carta AMD Outubro 2020

Carta AMD Outubro 2020

Carta AMD Outubro 2020

Amado(a) Irmão(a),

Quero, junto com você, observar nas Escrituras, que depois que nascemos de novo e fomos cheios com o Espírito Santo, o desejo de Deus para nós é que sejamos guiados por Ele, para que Seu plano glorioso seja cumprido em nossas vidas.

De Atos dos Apóstolos até Apocalipse observamos os ensinos sobre a Doutrina de Jesus Cristo, pois foi a Doutrina que nos levou a sermos salvos e é o que vai nos fazer estabelecidos até a volta do Senhor Jesus. Preste atenção naqueles que dizem estar cansados de ouvir falar sobre doutrina, isto quer dizer que tem algum problema errado neste sentido, com essas pessoas.

A doutrina correta nos ensina a orarmos em línguas, no dia a dia, a lermos a Palavra e meditar nela, fala sobre adoração e louvores, e jejum também, e é com isso tudo que nos tornamos vencedores.

Muitas pessoas dizem que não conseguem ouvir a voz de Deus, mas, acontece que Deus não fica falando o tempo todo, Ele quer que aprendamos a sermos guiados pelo Espírito Santo; tem que aprender a depender dessa liderança.

No Antigo Testamento, vemos que Deus falou com Noé. Noé viveu muitos anos, mas não vemos Deus falando com ele o tempo todo; ele teve que anotar as instruções de como construir a Arca.

Deus falou com Abraão, mas não foi o tempo todo também, porque se falasse com ele sempre, teria falado sobre Hagar, pois já tinha dito que ele teria um filho com Sara; acontece que o Senhor não ia ficar repetindo a mesma coisa o tempo todo. Deus falou com os profetas, mas também não foi o tempo todo.

Então, temos que aprender sobre a liderança do Espírito Santo, nos guiando através da Verdade. Vamos ver nas Escrituras como é ser guiado por Deus.

João 3:1-7 – “Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principiais dos judeus. Este, de noite, foi ter com Jesus e lhe disse: Rabi, sabemos que és Mestre vindo da parte de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez? Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo.” Quando Nicodemos diz que “sabemos”, isto quer dizer, que ele e todos os fariseus já tinham visto Jesus fazer muitas coisas que João não cita aqui. Então, Jesus começa a explicar como alguém chega a esse nível para acontecer os milagres. Ele não reconheceu que Jesus era o Messias, mas um Mestre vindo da parte de Deus. Jesus, então, explica que tem que acontecer algo para ver o Reino de Deus, que é nascer do Espírito, entre eles ainda não havia ninguém que tivesse experimentado o nascimento novo, e o que leva a esse acontecimento é crer em Jesus, como Senhor e Salvador.

Sabe, querido irmão(ã), não se ouve Deus, ficando sentado esperando que ele fale. Nós ouvimos pessoas dizendo que Deus disse isso e aquilo, sendo que não é bem assim. Quem é sensível ao Senhor sabe quando Deus falou ou não.

Vejamos Romanos 8:2 – “Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.” Jesus falou de nascer do Espírito, e aqui vemos que tem uma lei associada a esse novo nascimento, porque antes nós estávamos presos à lei do pecado e da morte, e, agora tem uma lei espiritual da vida, que vem com o novo nascimento, a lei da nova natureza, e tem uma explicação aqui de que aconteceu algo dentro de nós, afetando nossa vida interior.

Vamos ler Romanos 6:6-14 – “Sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos; porquanto quem morreu está justificado do pecado. Ora se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos, sabedores de que, havendo Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte já não tem domínio sobre ele. Pois quanto a ter morrido, de uma vez para sempre morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, de maneira que obedeçais às suas paixões; nem ofereçais cada um os membros do seu corpo ao pecado, como instrumentos de iniquidade; mas oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos, e os vossos membros, a Deus, como instrumentos de justiça. Porque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e sim da graça.” Aqui, ele se refere a vida espiritual, temos que nos ver exatamente igual a Jesus, se estou morto para o pecado, ele já não tem mais domínio sobre mim, isto é, não me controla mais, mas, somos nós que temos que controlar isso, porque é nossa escolha não pecarmos mais, portanto, não se submeta àquele que você ficou livre para voltar a prisão novamente. Então, houve uma mudança interior e temos poder para rejeitar as coisas ruins, de fora.

Vamos lembrar o que Jesus disse em João 3, Ele disse que tem que nascer de novo; em Romanos 8 lemos que temos algo diferente dentro de nós e em Romanos 6 temos mais informação do que aconteceu conosco.

Vamos agora ler Romanos 2:14-15 – “Quando, pois, os gentios, que não têm lei, procedem, por natureza, de conformidade com a lei, não tendo lei, servem eles de lei para si mesmo. Estes mostram a norma da lei gravada no seu coração, testemunhando-lhes também a consciência e os seus pensamentos, mutuamente acusando-se ou defendendo-se.” Aqui está o que Jesus falou para Nicodemos em João 3, que a natureza dos gentios mudou, houve uma mudança na natureza porque nasceu de novo, e agora se tem a vida em Cristo Jesus que os livrou da lei do pecado e da morte, e que o homem velho foi crucificado com Jesus e  por isso se tem a condição de dizer não ao pecado. Quanto aos gentios, eles não tinham a Lei de Moisés, os Dez Mandamentos, mas agora que nasceram de novo são capazes de ficar livres do pecado, o que não era possível antes.

Vejamos agora Mateus 5:27-28: “Ouvistes que foi dito: Não adulterarás, Eu porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela.” Ele está falando, tanto para homem, como para mulher, é o coração de qualquer um, de quem nasceu de novo, pois sabe no coração o que é certo ou errado, pois a consciência e a nova natureza sabem que se deve amar as pessoas e que Deus é misericordioso.

Veja I Timóteo 4:1-2 – “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência.” Veja que a doutrina errada cauteriza a consciência. Então, no dia a dia, minha consciência me dá testemunho interior através de meus pensamentos, do que Deus quer para mim. Acontece que, pensamos que podemos tomar decisões para tudo na vida, sendo que Deus tem um plano, para nós seguirmos. Vamos lembrar que Ismael não estava nos planos de Deus para Abraão.

Lembre-se de buscar o Senhor para ter paz nos pensamentos e é a partir daí que se consegue seguir a liderança de Deus.

Paz e Graça! Ana Maria.

Author: Ana Maria Dias

2 Comments

  1. eu pesso oração

    • Olá,Antonio
      Vamos colocar seu nome na oração da igreja.
      A paz, Marici Sá – MinAMD

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.